Oradores

Professor Doutor António Dias Figueiredo

António Dias de Figueiredo é professor catedrático aposentado do Departamento de
Engenharia Informática da Universidade de Coimbra e investigador do Centro de
Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra, onde se dedica à investigação em
“Sistemas de Informação nas Organizações”, “TIC na Educação e Aprendizagem”,
“Estratégia e Qualidade na Educação Superior”, “Epistemologias da Prática (em
Engenharia, Design e Educação)” e “Métodos de Investigação”. Exerce também
actividade de consultoria em regime independente.

Licenciou-se em Engenharia Electrotécnica pela Universidade do Porto em 1970,
doutorou-se em “Computer Science” pela Universidade de Manchester em 1976 e obteve
Agregação em Engenharia Informática pela Universidade de Coimbra em 1982. Entre
1984 e 2007, ano em que se aposentou, foi professor catedrático do Departamento de
Engenharia Informática da Universidade de Coimbra, que fundou e ao qual presidiu até
Março de 1997.

Durante seis anos representou Portugal no Programa Intergovernamental de Informática
da UNESCO, Paris, no qual foi eleito Vice-Presidente para a região da Europa Ocidental
(1994/1996). Integrou como representante de Portugal o Grupo de Responsáveis
Nacionais para as Tecnologias da Informação na Educação, NTI/EDUC (1986/1994), da
Comissão das Comunidades Europeias. Participou em vários projectos europeus, como
parceiro e como consultor científico, e actuou em várias ocasiões como consultor da
Comissão Europeia para questões de estratégia no uso das tecnologias da informação e
da comunicação na educação. Integrou, por um período de quatro anos, o NATO “Special
Programme Panel on Advanced Educational Technology”, do “NATO Science Committee”,
Bruxelas. Foi Presidente do programa Europeu  “PROMETEUS – PROmoting Multimedia
access to Education and Training in EUropean Society”, da Comissão Europeia (Março
2000 a Março 2001).

Foi o proponente, em 1985, do Projecto MINERVA, de introdução dos recursos
informáticos na educação não superior em Portugal, tendo coordenado nacionalmente o
mesmo projecto durante a sua fase piloto, entre Outubro de 1985 e Outubro de 1988. Em
Junho de 1997 foi-lhe atribuído o grau de “Doutor Honoris Causa” pela Universidade
Aberta, Lisboa e em Setembro de 2000 foi agraciado com o “Sigillum Magnum” da
Universidade de Bolonha, Itália. Em 2005 foi-lhe atribuído pela APDSI o “Prémio
Personalidade do Ano da Sociedade de Informação, 2005”.

É autor e co-autor de mais de quatro centenas de artigos e apresentou cerca de
quatro centenas e meia de comunicações no País e no estrangeiro. É autor de vários
capítulos em livros publicados no País e no estrangeiro. Integrou cerca de duas centenas
de comissões organizadoras e comissões científicas de conferências realizadas em
Portugal e no estrangeiro. É membro dos conselhos editoriais e consultivos do

“International Journal of e-Collaboration”, da “Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão”
e da revista “Educação, Formação & Tecnologias”.”

Professor Doutor Domingos Fernandes

Domingos Fernandes é Professor Catedrático e investigador integrado da Unidade de Investigação & Desenvolvimento em Educação e Formação no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Tem sido coordenador dos programas de Mestrado e de Doutoramento em Educação na especialidade de Avaliação em Educação.

Os seus principais interesses nos domínios da investigação e do ensino são a Teoria da Avaliação, a Avaliação de Projetos e Programas, a Avaliação de Políticas Públicas de Educação, a Avaliação das (e para as) Aprendizagens, a Formação de Professores e as Políticas Curriculares.

Tem sido professor visitante numa diversidade de universidades internacionais tais como a Texas A&M University, nos Estados Unidos, a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e a Universidade Federal do Pará (UFPA), no Brasil, e a Universidade de La Salle, na Colômbia.

Tem igualmente sido investigador principal e coordenador de vários projetos de investigação e de avaliação, nacionais e internacionais, financiados no âmbito de concursos públicos, abertos e competitivos.

É autor de cerca de 200 publicações.  O seu último trabalho intitula-se Para um Enquadramento Teórico da Avaliação Formativa e da Avaliação Sumativa das Aprendizagens Escolares e foi publicado no Brasil, em 2019, num livro de que também foi organizador intitulado Avaliar para Aprender no Brasil e em Portugal: Perspetivas Teóricas, Práticas e de Desenvolvimento.

É coordenador nacional do Projeto MAIA – Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica – contratualizado entre o Ministério da Educação e o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Professor Doutor José Lagarto

Doutorado em Ciências da Educação – Sistemas de Formação e Educação a Distância, pela Universidade Aberta, é coordenador do Mestrado em Ciências da Educação desde outubro de 2019.

Investigador do CRC-W [Católica Research Centre for Psychological, Familiy and Social Wellbeing da Faculdade de Ciências Humanas], coordenou o trabalho de monitorização e avaliação do projecto de investigação relacionado com o uso de manuais escolares digitais em substituição de manuais escolares em papel (ManEEle, 2013 – 2016, em Cuba).

Coordena atualmente a avaliação do projeto Faina 1:1 – Construção de recursos educativos digitais em substituição do manual escolar tradicional (AE Montemor o Novo).

É membro do Conselho Científico da Revista Portuguesa de Investigação Educacional.

As suas principais áreas de investigação são tecnologias digitais e educação, elearning, ensino a distância, sendo autor de várias publicações no âmbito das áreas referidas.

Perfil ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6892-0805

Professora Doutora Guilhermina Miranda

Guilhermina Lobato Miranda, é psicóloga de formação e Professora no Instituto de Educação, Universidade de Lisboa, onde coordena o Doutoramento em Educação, especialidade em Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação.


Atua na área da Educação, em particular nos domínios da Psicologia da Educação e da Tecnologia Educativa.

Os seus interesses de ensino e investigação situam-se na confluência destes dois grandes domínios e em particular na Conceção de Ambientes de Aprendizagem suportados em tecnologias.

Estes ambientes podem ser em regime presencial, b-learning ou e-learning. As bases conceptuais da investigação que realiza e orienta são as teorias da aprendizagem e da instrução (instructional design) e em particular a Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimédia de R. Mayer e a Teoria da Carga Cognitiva de Sweller e Chandler e ainda alguns modelos instrutivos como o 4C/ID, desenvolvido por van Merriënboer. Interessa-se ainda pela comunicação das emoções mediada por computador.


Publica regularmente artigos científicos em revistas nacionais e internacionais indexadas e tem alguns livros publicados destacando-se para o tema desta encontro o livro “Ensino Online e Aprendizagem Multimédia”.

Professor Doutor João Marôco

João Marôco (Ph. D., Washington State University) é professor associado do ISPA – IU  e professor catedrático convidado da NovaSBE onde leciona disciplinas de Análise Estatística, Métodos de Investigação e Técnicas avançadas de Análise de Dados.

Entre 2014 e 2018 foi vogal do CD do IAVE-IP onde cordenou os estudos internacionais de avaliação em larga escala e o estudo piloto de e-assessment. Tem realizado várias palestras e worskhops em Portugal, Reino Unido e Brasil em Avaliação, Análise Estatística e Modelação de Equações Estruturais.

Os seus interesses de investigação incluem a avaliação da literacia de leitura, digital, matemática e ciências, bem como o desenvolvimento de escalas psicométricas, bem como aplicações de regressão, modelos de equações estruturais e classificação nas ciências biológicas, da saúde, sociais e humanas.

Atualmente, tem mais de 350 artigos publicados em revistas nacionais e internacionais com revisão por pares, quatro livros de Análise Estatística, Equações Estruturais e Avaliação Psicométrica e vários relatórios técnicos de avaliação educativa.

De acordo com o Google Scholar, os seus trabalhos já foram citados mais de 26000 vezes (H=54; i10=177)

Professora Doutora Neuza Pedro

Neuza Pedro é Professora do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Doutorada em Educação na especialidade TIC na Educação com Mestrado em Psicologia da Educação.

Possui Formação Pós-graduada em E-teaching pela Universidade de Agder-Noruega e em Online Assessment pela Universidade de Wisconsin-Stout nos Estados Unidos.

Integra atualmente o Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua. Assume a coordenação do Mestrado em Educação e Tecnologias digitais (regime a distância) do
Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

É, desde 2010, coordenadora do Laboratório de e-Learning da Universidade de Lisboa.

Participou em vários projetos, tanto nacionais como internacionais, ligados à integração educativa das tecnologias de entre os quais se destaca: o Project teL@FTE-Lab (Technology enhanced learning at Future Teacher Education), o Projeto ITEC (Innovative Technologies for Engaging Classrooms) coordenado pela European Schoolnet, o Programa Teach Advanced Online desenvolvido pela INTEL bem como outros estudos desenvolvidos na área pelo Ministério da Educação Português.

Professor Doutor António Moreira

José António Marques Moreira é doutorado em Ciências da Educação pela Universidade de Coimbra e Professor no Departamento de Educação e Ensino a Distância da Universidade Aberta, onde desempenha, desde 2014, as funções de Diretor da Delegação Regional do Porto.

É Coordenador Científico da Unidade Móvel de Investigação em Estudos do Local (ELO) da Universidade Aberta e Investigador Integrado no Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20) da Universidade de Coimbra, onde coordena o Núcleo de Estudos de Pedagogia no Ensino Superior (NEPES).

Exerce, atualmente, também funções como Coordenador Executivo da Unidade de Desenvolvimento dos Centros Locais de Aprendizagem (UMCLA) da Universidade Aberta.

Tem participado em eventos no estrangeiro e em Portugal como orador convidado e tem realizado investigação, sobretudo, na área da Formação de Professores, Educação Online e das Tecnologias Digitais.